COMIDA DE VERDADE

Por Dra Saula Letícia Eid, confira:

15041426605530.jpg
Foto: Divulgação.

Contar calorias, seguir a dieta da moda, escolher ingredientes com propriedades específicas, “falta de tempo”, praticidade, tudo isso se tornou uma obsessão que acabou tirando o foco do que realmente deveria compor uma alimentação saudável. Devemos consumir menos produtos industrializados (processados e ultraprocessados) e optar pela comida de verdade. Os maus hábitos estão fortemente presentes no país. Segundo o Ministério da Saúde 52,5% dos brasileiros estão acima do peso ideal e 17,9% são obesos, uma das taxas mais altas do mundo.

Parte do resultado se deve ao crescimento de produtos industrializados, como refrigerantes, biscoitos, bolachas recheadas, carnes e embutidos, o aumento no consumo foi mais de 400% entre os brasileiros nos últimos anos, conforme estudo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Sabemos que a alimentação tem forte relação com câncer de estômago, intestino, próstata e mama. Ingerindo alimentos refinados, com alto teor de açúcar e gordura, estamos contribuindo para promoção de células cancerígenas. Quanto as gorduras, o ômega -6 (margarina e óleos vegetais– girassol, soja, canola, milho, dendê), em excesso na alimentação favorecem simultaneamente o desenvolvimento de células adiposas e a inflamação propicia ao câncer. Consumir alimentos com excesso de sódio também pode promover câncer de estomago, hipertensão arterial, acidente vascular cerebral e problemas renais. O cardápio diário ideal de uma pessoa sem intolerância ou alergias alimentares consiste no arroz, feijão, ovos, carnes magras (peixe, frango, boi), salada (verdura e legumes), frutas, grãos integrais e sementes.

Faça uso de bons carboidratos; como arroz integral, batata-doce, macarrão integral. Liberte-se dos maus hábitos e tenha mais frutas e menos biscoitos, mais arroz, feijão, carne e legumes ao invés dos sanduiches e salgados (fast-food) ou comida congelada industrializada; beba mais água e sucos naturais e evite o refrigerante. Procure consumir alimentos obedecendo a sazonalidade, ao contrário de consumir tudo o que é oferecido o ano todo no supermercado. Um exemplo, quando compramos morango fora da época , você sente o gosto do agrotóxico. Evite temperos prontos como caldo de carne em tabletes, sopas em pó, extrato de tomate, eles contem muito sódio e conservantes. Prefira temperos naturais como: orégano, cebola, salsa, alho, cebolinha, cheiro verde. E você mesmo pode cultivar sua horta. Mantenha uma alimentação saudável para sua família, menos produtos industrializados e mais comida de verdade na sua mesa. A vida é feita de escolhas e atitudes, faça e mantenha as suas!

Dra. Saula Letícia Eid Médica Clínica Geral –UFSM-RS-CRM 15685

Pós - Graduação em Cardiologia – CESVA-RJ

Pós - Graduação Multiprofissional em Medicina da Família – UFSC-SC Pós-

Graduanda em Medicina do Trabalho – UFRGS-RS

Imagens

15041426605530.jpg

EDITORIAS

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados | Jornal Nossa Terra