Trabalho de educação ambiental feito pela PMSC torna-se referência

18 Setembro 2018 08:15:34

A Polícia Militar de Santa Catarina foi uma das instituições representantes do Brasil na Argentina,

thumbnail_pma-missão-argentina (3).jpg
Foto: Divulgação

O comandante da Polícia Militar Ambiental em Lages, major Adair Alexandre Pimentel, esteve em Oberá, província de Misiones, na Argentina, durante a Festa do Imigrante na última semana. A Polícia Militar de Santa Catarina foi uma das instituições representantes do Brasil no evento com a participação voluntária de policiais do Grupamento de Polícia de Choque e do Comando de Policiamento Militar Ambiental.

 

Por lá houve uma troca de experiências com a polícia local. O trabalho ambiental realizado aqui no estado, especialmente as atividades de educação, tornou-se referência para a criação de uma organização com a mesma função dentro da polícia argentina. A PMA levou alguns exemplares das cartilhas da série Nosso Ambiente para distribuição. “Fomos muito bem recebidos, tivemos atenção e sentimos grande admiração pelo nosso trabalho”, destaca Pimentel.

 

No espaço montado no Parque das Nações, as famílias de Oberá também conheceram um pouco das atividades da PMSC, alguns equipamentos e a doutrina de polícia.  O ato de prestar continência, que é feito de um militar para outro, para o cidadão ou símbolos da pátria, foi algo que chamou a atenção das crianças. “Os garotos ficaram felizes quando prestamos continência a eles. Outros usaram o quepe da polícia de Misiones. Foi muito bonito ver que a comunidade de bem quer estar perto da polícia”.

 

Além do major Pimentel, estiveram na missão o soldado Jorge Augusto Menegazzo Vieira, o sargento Davi Fernandes Fraga e os soldados Paulo Roberto Schneider de Oliveira e Kristoffer Luiz de Almeida, do Choque.

 

Catarinas Comunicação

Imagens

thumbnail_pma-missão-argentina (3).jpg

EDITORIAS

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados | Jornal Nossa Terra